11.7.2019 – Deckard, lâmpadas LED, Bukowski e arte de rua

Não sei se a posição de dormir na cama influencia alguma coisa. Há dias que acordo descansado. Talvez respirar profundamente, sem irrigar os pensamentos com um alvoroço de temas que não se consegue resolver no momento, ajude a descansar melhor. Acho que o segredo para manter o ritmo sejam as pausas. Aquelas técnicas Pomodoro de … Continuar lendo 11.7.2019 – Deckard, lâmpadas LED, Bukowski e arte de rua

Jornada através da dor e tristeza

Acordo. A janela aberta. O vento matinal refrescante entrando leve, embalando a tuia holandesa que seca pela minha imprudência, trazendo o seu aroma cítrico ao nariz. Deitado na cama, vendo tudo acontecer, na magnitude simples do presente. Escuto uma pequena horda de pássaros numa balbúrdia aguda e brincalhona. Em Mirandópolis, meu bairro, as primeiras horas … Continuar lendo Jornada através da dor e tristeza

O freela

Nas últimas duas semanas, fiquei debruçado em um trabalho temporário que consumiu todas as minhas energias. Longo, chato e monótono. Vinte e cinco textos sobre itens da construção civil dentro de padrões SEO. Foram alguns dias de cansaço mental intenso, de forças esgotadas. Sonhos de sufocamento. Um estorvo! Passou. E a sensação de liberdade, claro, … Continuar lendo O freela

The Peep Show

Vazio. Falta algo: o personagem favorito não está mais ali. O encontro diário/semanal, sempre trazendo novidades. Fim. Restam as reprises. E elas transformam uma cena corriqueira, que não prestamos atenção, em momentos inesquecíveis. Como os mitos, clássicos nascem da repetição. Por aqui, nesta minha vida (interessante somente para uns poucos amigos e familiares), sentirei saudades … Continuar lendo The Peep Show